Mico Leão Dourado


Nome Popular: Mico leão dourado
Nome científico: Leontopithecus rosalia
Onde vive: Vive na Mata Atlântica
Tamanho: Até 35 cm
Peso: 360 a 710g
Filhotes por gestação: Entre 1 a 3 filhotes, a gestação demora até 130 dias





 Satus Gerais:



















Esse animalzinho é um dos maiores símbolos da fauna brasileira e está em extinção apesar de esforços para tentar resgata-lo. Pode ser encontrado em 500 a 1000 metros de altura, nas montanhas no sudoeste do Rio de Janeiro.

Esse animal é monógamo, como o kiwi, ou seja, uma vez que forma um casal, ficam juntos até a morte. Os machos cuidam dos filhotes junto com as fêmeas, transportando-os depois de uns dias que nasceram. São bastante apegados aos pais, gostam que sempre estejam por perto enquanto ainda são filhotes.

Geralmente só se reproduz a fêmea dominante do grupo, as outras fêmeas são controladas por meio desta, com agressões para que não se reproduzam. As reproduções ocorrem uma vez por ano na maioria das vezes a cada 137 dias. Em quase todas as vezes os partos são à gêmeos, raros são os partos únicos. Outros integrantes do grupo podem ajudar também a educar as crias.

Apesar de estarem ameaçados, não há muitos lugares para cativeiro. No mundo, atualmente existem aproximadamente 1000 deles, sendo que mais da metade estão em cativeiro, não na natureza. Na natureza podem viver até 8 anos, mas em cativeiro pode chegar até 13 anos. O único lugar que preserva esse animal é em um lugar chamado de Poço das Antas, assim chamado pois havia muitas antas por lá, antes de começarem a ser caçadas.

Apesar de reentroduções na natureza, menos de 65% dos animais que vieram de cativeiros sobrevivem por mais de 6 meses.

Ele é onívoro, ou seja, pode comer de tudo, insetos, lagartos, ovos de aves, pequenos pássaros, anfíbios, frutas e vegetais. Gostam muito de dormir em árvores ocas, em emaranhados de cipós, ou até mesmo em bromélias, podem viver em grupos de até 8 animais, embora sejam animais territoriais. Um fato interessante é que não mudança da cor do macho se comparada com a da fêmea. Dizem ser um animal agressivos com humanos, isso porque são animais muito agitados. Têm tenha uma rara beleza, com os pêlos dourados metálicos.

Costumam ficar pulando de galho em galho a procura de comida ou defendendo seu território.

O que mais ameaça esses animaizinhos, é a expansão da agropecuária, diminuindo dramasticamente o seu território. Preferem o floresta ainda não tocada pelo homem, embora possa viver na replantada, os problemas da não original é que há menos lugares para se esconderem e menos alimentos. O desmatamento diminiu o território deles em pequenas "ilhas", a maioria com menos de mil hectares. Esse isolamento geografico torna a espécie mais vulnerável a extinção.

Outros motivos importantes pelo fato de estar em extinção é o tráfico e envio para zoológicos.

A Mata atlântica, é o segundo ecossistema mais ameaçado do mundo todo. O desenvolvimento da agricultura destruiu quase que um milhão de metros quadrados, o tamanho original dessa floresta.

________________________________________________________________________________________________
Agradecemos à Camila por pedir essa postagem!

Sugestão: Se você quiser uma postagem sobre um animal, como Camila fez, mande um e-mail pra gente.
Ou deixe um comentário, será um prazer escrever sobre o seu animal favorito!

3 comentários:

Giovana Reis disse...

oi Allan
valeu por colocar o mico-leão-dourado ai
a minha irmã adorou e falou q vc é d+
(concordo com ela)
bjs
gih

D@nil.B disse...

O seu banner já colocado no Mídia e Ecologia.com.
Muito obrigado pela parceria.

Anônimo disse...

nossa mt legal parabéns pelo blog ele eh mt legal hehe
eu axei essa materia mt legal, parabéns msm!