Panda Vermelho

Panda-Vermelho

Nome Popular: Panda Vermelho
Nome científico: Ailurus fulgens
Onde vive: No Himalaia, entre os 2000 e 4500 metros de altitude, distribuem-se pelo Nepal, Butão, Tibete, Myanmar e Oesta da China
Tamanho: 60cm de comprimento, mais 40 da cauda
Peso: Até 5kg
Filhotes por gestação: 1 a 4 crias, com o período de gestação de 90 a 150 dias




 Satus Gerais





















Esse onivoro e noturno vive na região montanhosa do Himalaia e na taiga (floresta temperada), o mesmo habitat em que vive o pavão, mais elevada e em bambuzais. Quando acaba a noite, esses pandas dormem em árvores, ou fazem alguma toca na espera de que novamente chegue o crepúsculo e a noite para voltar a ativa, caçando pelo solo, ou com uma agilidade incrível pelas árvores e quando conseguem alguma presa, segura-a com as patas dianteiras e leva-a até a boca, no entanto, tem sempre que tomar cuidado com seus principais predadores: Leopardo-das-neves e o Homem. Como são animais muito sensíveis à temperatura, nas horas mais quentes do dia (com mais de 25Cº), procuram lugares mais frescos para continuar dormindo, como nas sombras das árvores.
Por serem muito hábeis, vivem quase sempre nas árvores, onde esteja dentro da área do seu território.
Sua cor consiste em uma mistura de vermelho e castanho, o que para no seu habitat, é perfeito para a camuflagem.
Assim como os gatos domésticos, esses animais são bastante higiénicos, assim que acordam começam com a limpeza, limpando as patas do mesmo modo que os outros felinos fazem: com a língua. Ele passa ela por cima do pelo, tirando assim s sujeira poderia estar por lá. Depois de fazer toda limpeza e de esfregar em uma árvore ou rocha, vão patrulhar seu território, para ver se nenhum outro animal está o roubando e remarcando como seu.
Uma substância com cheiro forte, que é produzida e eliminada junto com a urina, é posta em lugares estratégicos do território, como um aviso aos outros animais que por ali passarem, que este lugar é território inimigo. Caso algum outro animal insista em passar, e o panda o encontre, o intruso pode ser ameaçado com assobios e bufos, mas se ele for grande demais para o nosso animalzinho enfrentar, ele pode ficar com medo do novo integrante do território, ele pode produzir gorteijos curtos e fugir do lugar, mas podem não fazer barulho nenhum em algumas vezes. Eles fogem para alguma árvore, ou racha de difícil acesso, no caso de não ter nada parecido no lugar, eles tentam enfrentar, ficando de pé nas patas traseiras para parecerem maiores e fazem os sons de ameaça, em seguida ataca com as garras que estão nas patas dianteiras, causando ferimentos consideráveis, embora seja mais amistosos.
Suas principais presas são pássaros, ovos, roedores de pequeno porte e insetos, embora ele coma mais bambus, bagas, frutos, cogumelos, raízes, bolotas, líquens e gramíneas, pois não conseguem digerir celulose então devem comer uma grande quantitade de bambu.
É muito difícil os encontrar em casais ou até mesmo grupos da mesma família, os machos raramente entram em contato com outro fora da época de acasalamento. Os dois sexos podem se acasalar com mais de um parceiro na mesma temporada.
Quando os filhotes nascem por volta do mês de junho e julho, as fêmeas começam a coletar materiais para o ninho, coisas como capim, grama e folhas, onde constroem em árvores ocas ou em cavernas ou uma simples fenda na rocha já é o bastante. Os machos geralmente não ajudam na criação dos filhotes, apenas aqueles que vivem em grupos o fazem. Mesmo depois de desmamados, os filhotes ficam junto com sua mãe por volta de 6 até 8 meses, depois partem.
Infelizmente, os pandas-vermelhos estão. O que mais os ameaça é a perda de habitat para a pecuária, agricultura e desmatamento e caça ilegal, apesar de em todos os países que vivem ser ilegal caça-los. Pelo fato de eles se reproduzem bem em cativeiro, se suas nescessidades basicas forem atendidas, e de ter países envolvidos para os salvar temos chances de salvar essas espécie da extinção.

Veja também: Panda Gigante

2 comentários:

Patrícia Melo disse...

Não conhecia, pena que está em extinção. Que tristeza...
Belo post, namastê!

giovana disse...

adorei
achei ele muito fofo e super inteligente...+ inteligente q muitas pessoas q eu conheço srsrsrs
q pena q ta ameaçado
by:giih