Panda Gigante


Nome Popular: Panda
Nome científico: Ailuropoda melanoleuca
Onde vive:Florestas de bambu (Floresta Temperada) na China.
Tamanho:1,55 m nos adultos
Peso: 150 Kg
Filhotes por gestação: No máximo 1 gravidez a cada 365 dias, com a gestação durando 9 meses e nascendo até 2 crias por vez



Status Gerais:

















Embora pertence ao grupo dos carnívoros, ele é um animal herbívoro, assim como o Panda Vermelho, alimenta-se principalmente de bambu, cerca de 30 espécies diferentes, que compõe em 99% a sua alimentação. Para conseguir proteínas e outros componentes necessários ele pode comer insetos e ovos, mas pode caçar animais médios à pequenos, como roedores e filhotes de cervos. Por seu sistema digestivo não ser apropriado para quebrar as moléculas de celulose presentes no bambu faz com que ele coma uns 40kg de bambu em menos de 15 horas.
Diferentemente do coala, os pandas não absorvem a água de seus alimentos, apesar de que 40% do peso do bambu ser constituído em líquido e seus brotos em 90% do seu peso em líquido, o panda vai à riachos para que possa matar sua sede.
Em cativeiro sua alimentação é bem mais variada: cana-de-açúcar, mingau, biscoitinhos, cenouras, maçã e até batata-doce.
O Panda Gigante está no centro-sul da China. Ele vive atualmente em seis áreas de montanhas, que o isolam:
- Minshan
- Qinling
- Qionglai
- Liangshan
- Daxiamgling
- Xiaoxiangling
A espécie originalmente ocorreu em mais regiões ao leste e ao sul da China, com registros fósseis mostrando que esteve até o norte de Mianmar e norte do Vietnã, ao sul, e até as proximidades de Pequim, ao norte. Até 1850, o panda era encontrado no leste de Sichuan e nas províncias de Hubei e Hunan. Em 1900, foi restrito as Montanhas Qinling e outras áreas montanhosas no limite do platô tibetano. A rápida expansão da agricultura nos principais vales contribuíram para a fragmentação.
As montanhas estão entre as altitudes de 1 200 a 4 100 m acima do nível do mar. A principal causa de extinção dos pandas são sua baixa taxa de reprodução, a destruição das florestas para a agricultura e caça predatória do ser humano, que o principal interesse é a pele desse animal.
Esse grandalhão vive sozinho, se esconde em troncos de árvores, entre rochas ou, até mesmos, em cavernas, ou algo assim. Sua pelagem serve para camuflá-lo quando neve. Nas horas de risco ou de extrema necessidade, como quando um predador o persegue, pode escalar árvores ou até nadar. Para evitar que perca muito calor ou que escorregue na neve, ele possui uma pata grande e peluda. Para que possa suportar o frio das baixas temperaturas do ambiente em que vive, sua pelagem é bem grossa e lanosa.
O panda é parecido com outros ursos na aparência física, no entanto ele o que realmente o caracteriza é sua cor (branco e preto) e pela sua dieta.
Sua cor preta, ou às vezes um tom mais amorronzado estão em volta dos olhos, nos membros, e uma faixa que passa pela barriga cortando o corpo num tom constante. De acordo com a idade o branco do resto de seu corpo pode amarelar.
Seu estado de conservação está ameaçado principalmente pelos seguintes fatos: a mortalidade infantil que assola esses animais e a destruição de seu ambiente. Quanto à caça não há grande risco, pois as leis do país de onde se encontram esses animais são extremamente rígidas e em certos casos pode ser dado até mesmo uma pena de morte.
Armadilhas para outros animais, como as de cervos, acabam ferindo à eles.
Felizmente, pelos rígidos regulamentos chineses, este animal está protegido e houve uma melhora significativa em sua condição de vida. Apesar disso, observa-se uma que houve uma redução no número de integrantes de sua espécie e isso nos alerta de que devemos continuar juntos na luta da conservação dos animais.

2 comentários:

Don_Corleone disse...

Selo Blog Supremo dado ao seu Blog pelo blog Reino Aquático....Parabens..

http://2.bp.blogspot.com/_9wNo_INVpgs/TAKgYdC8fCI/AAAAAAAAARc/NX2KZf7T8eI/s1600/Selo+Blog+Supremo.jpg

Pegue o selo no link acima..

Manager disse...

Muito obrigado pelo selo!
Agradecimento de todos do blog!

Animal em Risco
(www.animalemrisco.blogspot.com)
O Blog Selvagem!