Coala

Nome Popular: Coala
Nome científico: Phascolarctos Cinereus
Onde vive: Assim como a maioria dos marsupiais, vive na Austrália, mas esse fica principalmente no sudeste e nordeste desse país
Tamanho: Cerca de 60 cm
Quanto Pesa: Machos acima de 12 kg - fêmeas: 8 kg
Filhotes por gestação: 1 filhote (25 - 35 dias de gestação).







Status Gerais:
Embora o governo dos EUA o considere ameaçado, o governo brasileiro não os identificou como ameaçados. Porém a Australian Koala Foundation disse que há cerca de 100 000 coalas na natureza.







Protegido











Encontrado na Austrália, dividindo boa parte do território com o ornitorrinco, ele é um marsupial, parecido com um urso, mas não é um urso, embora muita gente insista em os chamar de "urso coala". É tão bonito que consegue competir com o panda gigante, ou o panda vermelho, em relação ao gosto das pessoas. Tem os pêlos macios e cinzentos, com a barriga branca. Sua cabeça é de forma redonda e as orelhas são grandes e peludas, o nariz também é grande, mas não apresenta pêlos.
Para se camuflar de algum suposto perigo, os pêlos cinzentos se misturam bem com a cor do caule dos eucaliptos.

Ele adora subir em árvores, dificilmente desce ao chão, não desce nem mesmo para beber água, pois eles a obtém através se alimenta das folhas de eucalipto e é delas que eles conseguem a água, através de seu próprio alimento. Embora haja cerca de umas 100 espécies diferentes de eucalipto na Austrália, esse animalzinho se alimenta de apenas 3 espécies, por isso é tão difícil o manter em um zoo, ou em cativeiro.

O filhote ao nascer vem ao mundo de forma prematura, pesa menos que 0,5g e mede menos que 20mm, quase pode ser comparado à uma larva, pois é do tamanho de um feijão. O minúsculo corpo da cria quando nasce não tem pêlos, não ouvem, não enxergam e seu corpo está totalmente delicado. As partes mais importantes para a sobrevivência, como a boca, narinas e patas estão começando a tomar alguma forma. Ele se desenvolverá na bolsa materna presente nos marsupiais, mas para chegar até lá, ele depende das patas anteriores, de forma que tenha que escalar sua genitora até chegar ao marsúpio (bolsa). Na bolsa está tudo o que é necessário para terminar sua formação como o a proteção para seu minúsculo corpo e o leite para sua alimentação e hidratação, porque não bebem água. Muitos cientistas dizem que ele nasce de forma prematura, e que o resto da gestação é feita no marsúpio da genitora.

Ele sai da bolsa por volta de 5 meses mais tarde, mas ao menor sinal de perigo, volta para seu esconderijo, no entanto só com 8 meses estará pronto para sair e só entrará na bolsa para mamar e faz isso até completar um ano.

Os coalas têm uma espécie como inimigo mortal: o cachorro. Na Austrália há os cães selvagens, que foram introduzidos pelo homem e acabaram por se tornar selvagens, devido ao meio disponível para eles. Há vários incidentes entre essas duas espécies, mas um coala adulto pode machucar bastante esses cães, quando atacado, portanto, os cães selvagens australianos predam apenas os coalas muito velhos ou os doentes, eles também fazem parte fundamental da alimentação dos aborígines da Austrália e por fim, uma das ameaças para a espécie são os incêndios que ocorrem de forma natural na floresta, por conta de estações mais secas. No entanto a principal ameaça é a derrubada da floresta australiana, já foram até reintroduzidos em algumas partes da Austrália que tinham sido extintos.

Embora não beba água, o coala pode atravessar rios nadando, quando precisa de chegar à outra margem e não há a opção de atravessar pelas árvores.

Nenhum comentário: