Flamingo


Nome Popular: Flamingo
Nome científico: Phoenicopterus ruber
Onde vive: Vivem em lagoas rasas salobras e com pouca vegetação na margem. É encontrado desde o norte do continente americano e Antilhas, indo até o Pará e Amapá, onde ocorre a reprodução. Antes, também eram encontrados até o estado do Rio Grande do Norte, sendo comprovado com uma pintura pré histórica nessa região.
Tamanho: Altura é de 90 cm e o comprimento é de cerca de 102 a 122 cm.
Peso: Pesam cerca de 2,8 kg os machos, e as fêmeas 2,2 kg
Filhotes por gestação: Geralmente 1 ovo, e, dificilmente 2, a incubação dura cerca de 27 a 31 dias


Status Gerais
Segundo a IUCN, foi avaliado no ano de 2009 sendo considerado:
Pouco Preocupante

















Essas aves são aquáticas e, portanto, pernaltas e com pescoço longo, possui um bico curvado para baixo,não tem penas no rosto. Suas penas, em geral são rosa, e um rosa mais forte nas asas, suas pernas são vermelhas, assim como seus pés e o seu bico é amarelo com a ponta escura. Sua envergadura varia entre 140 e 165 cm. De uma forma geral, os machos são maiores e têm um pescoço maior do que as fêmeas.

São diurnos e noturnos, vivem em grandes colônias (de 3 a 6000 pares), mesmo quando estão construindo seus ninhos, pois é mais fácil de perceber perigos em grandes bandos do que sozinho, e dão preferência às lagoas salobras, rasas, sem vegetação e próximas ao mar, porque são menos frequentadas por outras aves e assim  podem se alimentar sem concorrência das partículas de comida que lhe interessa, mas acabam por algumas vezes dividirem o lugar com Crocodilos ou Aligátores . Sempre ficam em bandos, mas há as exceções, pois alguns deles costumam perambular sozinhos. Não voam muito, geralmente quando o fazem são rápidos e percorrem uma curta distância, procurando manter o pescoço e as pernas esticadas.

Têm um cardápio um tanto variado, comem larvas, moluscos, crustáceos, algas, plâncton, insetos e peixes. Seu bico estranho, é de extrema importância na ora da alimentação, pois é ele que usam como uma espécie de bomba (semelhante às bombas de e filtros de aquários, podendo ser comparado à maneira das baleias se alimentarem) e filtram a água para procurarem o alimento que desejam.

Seu ninho é feito de lama e é em formato de cone, com a parte de cima semelhante à uma panela não muito funda, no entanto, às vezes botam o ovo no chão mesmo. Seu ovo é grande, branco e com uma casca dura para a proteção do filhote. Depois de aproximadamente um mês de encubação nasce o filhote. Nos primeiros meses ele tem uma coloração cinza e branca e só atinge a maturidade de sua plumagem aos 3 anos de idade, pois demora algum tempo para que os pigmentos dos crustáceos que comem colorirem suas penas.

Até os seus dois meses de idade, as crias não tem um bico resitente o suficiente para filtrar os alimentos, por isso os pais regurgitam alimentos e os dão às crias.
Ele fica sexualmente maduro com seus 3 a 6 anos e podem viver aproximadamente 30 anos de forma selvagem e uns 40 anos no cativeiro.

As principais ameaças ao Flamingo, é a procura para ser domesticado, o que ajuda para a captura voltada para o tráfico de animais. A poluição é também uma das ameaças para a espécie e outra que o afeta muito é drenagens de lagos salobros, o que reduz a quantidade de seu alimento de forma significativamente.


Foto(s) retirada(s) do(s) site(s):

4 comentários:

Anônimo disse...

ESTOU APAXONADA PELO BLOG, MUITO IMPORTANTE PARA MIM POIS ESTUDO GESTÃO AMBIENTAL UNOPAR MG, UM ABRAÇO...

Animal em Risco disse...

Muito obrigado, ficamos muito felizes e honrados pelo seu comentário! Um grande abraço para você também!

Animal em Risco
O Blog Selvagem!

Felipe - Mirmecolismo Brasil disse...

As informações que vocês disponibilizam aqui são de grande valor! Gostei muito mesmo do blog, bastante conteúdo.

Vamos ser parceiros?
www.mirmecolismobrasil.com

Obrigado

Animal em Risco disse...

Olá, o seu banner já foi adicionado na lista de parceiros, ótimo conteúdo no seu blog também!

Abraço

Animal em Risco
O Blog Selvagem!